Como ignorar o bloqueio de um cartão-chave em 5 métodos simples?

Atualizado pela última vez em 4 de maio de 2024 por Vicente Zhu

Se você tentou contornar o bloqueio do cartão-chave em caso de emergência, mas descobriu que suas tentativas de entrada não tiveram êxito, não desanime. A boa notícia é que você pode usar vários métodos para desbloquear um fechadura com cartão de hotel de forma fácil e eficiente. Discutiremos algumas das formas mais populares neste artigo.

Aqui está uma tabela resumida sobre como contornar o bloqueio de um cartão-chave:

FormaDescrição
Usando um cartão-chave mestraUm mestre cartão-chave é projetado para destrancar quase todas as portas das instalações de um hotel.
Usando um clipe de papelClipes de papel podem ser usados ​​como ferramentas improvisadas para arrombar fechaduras para contornar algumas fechaduras básicas.
Usando um cartão de créditoA o cartão de crédito às vezes pode ignorar bloqueios simples do tipo trava em portas interiores.
Usando gramposOs alfinetes podem ser reaproveitados como ferramentas improvisadas para arrombar fechaduras.
Usando um microcontrolador ArduinoUm microcontrolador Arduino pode explorar a vulnerabilidade do soquete de alimentação DC em fechaduras Onity mais antigas.

Observe que, embora esses métodos possam contornar os bloqueios de cartão-chave, eles podem não funcionar em todos os bloqueios, especialmente nos mais avançados ou de alta segurança. Também é essencial usar esses métodos de forma responsável e ética.

Método 1: usando um cartão-chave mestra

Usando um cartão-chave mestra

No intrincado mundo da segurança do hotel, o cartão-chave mestra é uma ferramenta poderosa. Ao contrário dos cartões-chave normais dos hóspedes, que são programados para conceder acesso a um quarto ou suíte específica, o cartão-chave mestra foi projetado para destrancar quase todas as portas das instalações do hotel.

O processo de usar um cartão-chave mestre para contornar o bloqueio do cartão-chave é simples:

  • Obtenha um cartão-chave mestra da pessoa com acesso à porta que você deseja abrir. Além disso, você pode programar um cartão-chave mestre com software de gerenciamento de sistema de fechadura de hotel e de um codificador de cartão-chave. Para aprender a programar cartões-chave de hotel, consulte este artigo: Como programar cartões-chave de hotel?
  • Aproxime-se da porta: Assim como usar um cartão-chave normal, aproxime-se da porta que pretende destrancar.
  • Deslize ou toque: Dependendo da tecnologia (tarja magnética ou RFID), passe o cartão-chave mestra por um slot de leitor de cartão ou bata-o contra um sensor de proximidade.
  • Desbloqueando: A fechadura lerá os dados do cartão-chave mestre. Reconhecendo-o como um código de acesso universal, a fechadura será desengatada, permitindo a entrada.
  • Múltiplos Pontos de Acesso: A beleza do cartão-chave mestra reside na sua versatilidade. O mesmo cartão pode destrancar várias portas, sejam quartos de hóspedes, áreas de serviço ou zonas restritas do hotel.

O cartão-chave mestra do hotel incorpora conveniência e eficiência para os funcionários do hotel, especialmente para funções de gerenciamento e segurança. No entanto, o seu poder também o torna um risco potencial para a segurança se cair em mãos erradas. Os hotéis devem garantir protocolos rigorosos para a emissão, utilização e armazenamento destes cartões, garantindo que potenciais vulnerabilidades não ofusquem os seus benefícios.

Método 2: usando um clipe de papel

Como contornar um bloqueio de cartão-chave com um clipe de papel
Devido à sua flexibilidade e disponibilidade, os clipes de papel têm sido popularmente usados ​​como ferramentas improvisadas para arrombar fechaduras. Embora possam não ser tão eficazes quanto as ferramentas profissionais, com paciência e prática, elas podem contornar alguns bloqueios básicos.

Aqui está um guia passo a passo sobre como usar um clipe de papel para arrombar fechaduras:

  1. Prepare os clipes de papel: Endireite um clipe de papel, deixando um pequeno gancho em uma das pontas. Esta será a sua escolha para manipular os pinos dentro da fechadura. Desdobre um segundo clipe de papel até a metade para formar um L. Isso atuará como sua chave de tensão para aplicar pressão rotacional no cilindro da fechadura.
  2. Insira a chave de tensão: Coloque a extremidade curta do clipe de papel em forma de L (chave tensora) na parte inferior do buraco da fechadura. Esta ferramenta aplicará uma leve pressão rotacional na fechadura, simulando a ação de girar uma chave.
  3. Insira a escolha: Insira a extremidade em forma de gancho do clipe de papel esticado (a picareta) na parte superior do buraco da fechadura acima da chave tensora.
  4. Aplique uma pressão suave com a chave de tensão: comece a manipular os pinos com a palheta enquanto mantendo uma pressão rotacional suave na chave de tensão. O objetivo é empurrar cada pino para cima até que ele se encaixe no lugar.
  5. Rake os pinos: Use a picareta para arrumar os pinos, movendo-os para frente e para trás dentro da fechadura. Esta ação, combinada com a pressão da chave tensora, pode colocar os pinos nas posições corretas.
  6. Gire o cilindro: Depois que todos os pinos estiverem ajustados, você sentirá o cilindro ceder ligeiramente. Aumente a pressão rotacional na chave de tensão para girar o cilindro, como faria com uma chave, e destravar a fechadura.

Ignorar uma fechadura de cartão-chave com um clipe de papel mostra as vulnerabilidades potenciais das fechaduras tradicionais. No entanto, é importante observar que esse método pode não funcionar em todas as fechaduras, especialmente nas mais avançadas ou de alta segurança.

Método 3: usando um cartão de crédito

Usar um cartão de crédito ou cartão plástico semelhante para contornar o bloqueio do cartão-chave é um método frequentemente retratado em filmes e programas de TV. Embora seja ineficaz contra todas as fechaduras, às vezes pode contornar fechaduras simples do tipo trava, especialmente em portas internas. Aqui está um guia passo a passo:

  1. Selecione o cartão certo: Escolha um cartão de plástico que você esteja disposto a danificar, como um cartão de crédito vencido ou um cartão de membro antigo. O cartão deve ser flexível, mas resistente.
  2. Posicione-se: Fique de frente para a porta, garantindo uma visão clara do espaço entre a porta e a moldura.
  3. Insira o cartão: Deslize o cartão entre a porta e a moldura, visando a área onde o mecanismo de trava está localizado. O cartão deve ser inserido perpendicularmente à porta, com a borda do cartão voltada para a trava.
  4. Aplique pressão: Assim que o cartão estiver posicionado contra a trava, empurre-o ainda mais e dobre-o em direção à maçaneta. O objetivo é deslizar a borda do cartão por trás da trava, empurrando-o para fora do batente da porta.
  5. Manobre o cartão: Mantendo a pressão no cartão, mexa-o e manobre-o. O objetivo é empurrar a trava de volta para dentro da porta, desengatando a fechadura.
  6. Abra a porta: Assim que a trava for desengatada, gire a maçaneta e empurre ou puxe a porta para abri-la.
  7. Nota sobre limitações: Este método funciona principalmente em travas de mola, comuns em portas internas e externas mais antigas. Não será eficaz contra fechaduras ou mecanismos de travamento mais avançados. Além disso, algumas portas modernas possuem placas de segurança ou outros recursos que impedem o funcionamento desse método.

Método 4: usando alfinetes

Como contornar um bloqueio de cartão-chave com um cartão de crédito
Os grampos, comumente usados ​​para segurar o cabelo no lugar, podem ser reaproveitados como ferramentas improvisadas para arrombar fechaduras. Sua flexibilidade e estrutura fina os tornam adequados para manipular os pinos dentro de uma fechadura. Aqui está um guia passo a passo sobre como usar grampos para arrombar fechaduras:

  1. Prepare os grampos: Endireite um grampo, deixando um pequeno gancho em uma das pontas. Esta será a sua escolha para manipular os pinos dentro da fechadura. Desdobre um segundo grampo até a metade para formar um L. Isso atuará como sua chave de tensão para aplicar pressão rotacional no cilindro da fechadura.
  2. Insira a chave de tensão: Coloque a extremidade curta do grampo em forma de L (chave de tensão) na parte inferior do buraco da fechadura. Esta ferramenta aplicará uma leve pressão rotacional na fechadura, simulando a ação de girar uma chave.
  3. Insira a escolha: Insira a extremidade em forma de gancho do grampo esticado (a palheta) na parte superior do buraco da fechadura, acima da chave de tensão.
  4. Aplique uma pressão suave com a chave de tensão: comece a manipular os pinos com a palheta enquanto mantendo uma pressão rotacional suave na chave de tensão. O objetivo é empurrar cada pino para cima até que ele se encaixe no lugar.
  5. Rake os pinos: Use a picareta para arrumar os pinos, movendo-os para frente e para trás dentro da fechadura. Esta ação, combinada com a pressão da chave tensora, pode colocar os pinos nas posições corretas.
  6. Gire o cilindro: Depois que todos os pinos estiverem ajustados, você sentirá o cilindro ceder ligeiramente. Aumente a pressão rotacional na chave de tensão para girar o cilindro, como faria com uma chave, e destravar a fechadura.

É importante observar que esse método pode não funcionar em todas as fechaduras, especialmente nas mais avançadas ou de alta segurança.

Quer evitar ignorar um bloqueio de cartão-chave? Experimente o nosso Sistema de fechadura de porta TThotel para ajudá-lo a gerenciar a porta do seu quarto de hotel de forma mais segura, remota e conveniente com seu telefone.

Método 5: Usando um microcontrolador Arduino.

O Arduino é uma plataforma eletrônica popular de código aberto, conhecida por sua facilidade de uso e adaptabilidade. Um microcontrolador Arduino pode explorar a vulnerabilidade do soquete de alimentação DC nas fechaduras Onity mais antigas com as instruções corretas.

Algumas fechaduras Onity mais antigas foram projetadas com uma tomada de alimentação CC, destinada principalmente ao carregamento da bateria e à reprogramação da fechadura quando necessário para alterar seu código. No entanto, esse recurso, que era uma conveniência, tornou-se inadvertidamente uma brecha de segurança.

Aqui está uma explicação simplificada de como funciona:

  1. Conexão: O microcontrolador Arduino é conectado à tomada de alimentação DC da fechadura Onity vulnerável usando conectores apropriados.
  2. Envio de comandos: Uma vez conectado, o Arduino é programado para enviar comandos específicos à fechadura. Esses comandos imitam os sinais que a fechadura espera receber de um cartão-chave legítimo.
  3. Enganando a fechadura: Ao receber esses comandos do Arduino, a fechadura é levada a pensar que um cartão-chave válido está sendo usado. Como resultado, desengata o mecanismo de travamento, concedendo acesso.
  4. Velocidade e furtividade: Conectar o Arduino e enviar os comandos pode ser executado rapidamente, geralmente em segundos. Este método de desvio rápido deixa pouco espaço para detecção, especialmente se o intruso estiver familiarizado com o design da fechadura.

A exploração das fechaduras com cartão-chave Onity, baseada em Arduino, ressalta a importância de avaliações e atualizações contínuas de segurança para sistemas de fechadura eletrônica. Embora a vulnerabilidade fosse específica de modelos mais antigos, ela nos lembra que mesmo recursos aparentemente menores, como uma tomada CC, podem se tornar riscos potenciais à segurança.

Por que ignorar o bloqueio do cartão-chave?

A própria essência de uma fechadura é fornecer segurança, agir como uma barreira entre um indivíduo não autorizado e um espaço protegido. Com seu toque moderno e conveniência, as fechaduras com cartão-chave não são exceção. No entanto, há casos em que contornar estes bloqueios se torna uma necessidade, seja por razões legítimas ou ilegítimas.

Razões legítimas para ignorar

  1. Cartão perdido: Muitos de nós já enfrentamos este cenário: você está correndo para uma reunião ou voltando para seu quarto de hotel quando de repente percebe que seu cartão-chave está faltando. Nessas situações, contornar o bloqueio torna-se essencial para recuperar a entrada.
  2. Bloqueio com defeito: por mais avançada que seja, a tecnologia não está imune a falhas. Um bloqueio de cartão-chave pode funcionar mal por vários motivos – falhas de software, desgaste ou fatores ambientais, como temperaturas extremas. Quando os métodos regulares de acesso falham, o desvio torna-se a única opção viável para entrar nas instalações.
  3. Chave mestra que não funciona: Em estabelecimentos maiores, como hotéis ou edifícios corporativos, os administradores usam chaves mestras para acessar várias salas ou seções. No entanto, pode haver casos em que até mesmo essas chaves mestras não funcionem, seja devido a um erro de codificação ou a uma falha em todo o sistema.

Razões ilegítimas para ignorar

  1. Acesso a informação: Na era digital, informação é poder. Os criminosos muitas vezes têm como alvo áreas protegidas por cartões-chave para acessar dados confidenciais, segredos corporativos, informações pessoais ou dados governamentais confidenciais. Ignorar o bloqueio torna-se um meio para atingir um fim na busca por informações valiosas.
  2. Roubo de propriedade: Além da informação, os ativos tangíveis também são um alvo principal. Quer se trate de equipamentos caros em um escritório, objetos de valor em um quarto de hotel ou ativos em uma área de armazenamento restrita, contornar as fechaduras com cartão-chave pode dar aos ladrões uma oportunidade de ouro para roubar.
  3. Causando dano: Infelizmente, há casos em que a intenção de contornar um bloqueio é mais sinistra. Indivíduos com intenções maliciosas podem tentar prejudicar os ocupantes dos quartos ou perturbar as operações de um estabelecimento. Nesses casos, o bloqueio do cartão-chave constitui a principal barreira entre o perpetrador e o alvo pretendido.

Conclusão

Bom, isso é tudo! Agora você sabe como contornar um bloqueio de cartão-chave. Tudo que você precisa é um pouco de fita isolante, algum tempo e paciência. Essas etapas simples permitem que você ignore qualquer bloqueio de cartão-chave em sua casa ou escritório.

Compartilhe este artigo:

Sobre o autor

  • Vicente Zhu

    Vincent Zhu tem 10 anos de experiência em sistemas de fechaduras inteligentes e é especializado em oferecer sistemas de fechaduras para portas de hotéis e soluções de sistemas de fechaduras para portas domésticas desde o projeto, configuração, instalação e solução de problemas. Se você deseja instalar uma fechadura RFID sem chave para o seu hotel, uma fechadura com teclado sem chave para a porta de sua casa ou tiver outras dúvidas e solicitações de solução de problemas sobre fechaduras inteligentes, não hesite em entrar em contato comigo a qualquer momento.

Outros artigos recomendados sobre cartões-chave de hotel