Atualizado pela última vez em 4 de maio de 2024 por Vicente Zhu

No mundo dinâmico da segurança hoteleira, a mudança para fechaduras digitais inaugurou uma era de maior conveniência e eficiência operacional. No entanto, esta transformação digital é uma faca de dois gumes.

Ao mesmo tempo que proporciona inúmeros benefícios, abriu simultaneamente uma nova fronteira para ameaças à segurança – nomeadamente, hacking. Esta mudança destacou as vulnerabilidades inerentes ao fechaduras eletrônicas de hotel e levantou preocupações significativas sobre a salvaguarda da segurança dos hóspedes e da propriedade.

Neste artigo, investigamos as vulnerabilidades dos hacks de fechaduras de quartos de hotel e traçamos um roteiro abrangente de estratégias viáveis ​​projetadas para fortalecer essas defesas digitais.

Quais são os tipos de hacks para fechaduras de portas de hotéis?

Os sistemas de segurança em hotéis podem ser amplamente categorizados em eletrônicos e mecânicos. Ambos têm seus pontos fortes e vulnerabilidades. Aqui está uma visão mais detalhada dos hacks comuns de fechaduras de quartos de hotel associados a cada tipo:

Hacks de bloqueio de cartão eletrônico

Como acontece o hack da fechadura da porta do hotel e como evitá-lo? 3

A comodidade de passar um cartão e acessar seu quarto é inegável. Os cartões electrónicos tornaram-se a norma na maioria dos hotéis modernos. No entanto, eles têm suas vulnerabilidades:

  • Clonagem de cartão: Assim como os cartões de crédito, cartões-chave do hotel pode ser clonado. Dispositivos especializados podem ler e transferir os dados de um cartão para um cartão vazio. Algumas fechaduras eletrônicas RFID e de tarja magnética, especialmente modelos mais antigos, usam cartões de tarja magnética. Os hackers encontraram maneiras de clonar ou manipular esses cartões para obter acesso não autorizado.
  • Explorações de software: O software do sistema de fechadura eletrônica pode apresentar vulnerabilidades. Os hackers podem explorá-los para obter acesso não autorizado.
  • Vulnerabilidades de programadores portáteis: Em alguns casos, as fechaduras possuem uma porta para programação ou configuração da fechadura. Em alguns casos, os invasores usam dispositivos portáteis para explorar essa porta e destrancá-la.
  • Ferramentas de hacking sem fio: Algumas fechaduras modernas usam Wi-Fi ou Bluetooth. Os hackers podem empregar ferramentas para interceptar esses sinais sem fio, decodificá-los e obter acesso.
  • Ataques de Força Bruta: Ferramentas automatizadas podem ser usadas para tentar múltiplas combinações em rápida sucessão para destrancar a porta.
  • Códigos padrão ou mestre: alguns bloqueios vêm com códigos padrão do fabricante e, se estes não forem alterados na instalação, podem ser facilmente explorados. Da mesma forma, alguns sistemas possuem códigos mestres que podem abrir qualquer porta e, se esses códigos se tornarem conhecidos, representam um risco de segurança significativo.
  • Acesso Remoto: Com o surgimento de fechaduras inteligentes e dispositivos IoT, algumas fechaduras podem ser controladas remotamente. Hackers podem destravar portas de hotéis à distância se puderem acessar a rede ou o sistema de controle.
  • Violações de dados: Grandes redes de hotéis armazenam dados dos hóspedes, incluindo detalhes sobre números de quartos e durações de estadia. Se um hacker conseguir violar esse banco de dados, ele poderá atingir hóspedes ou salas específicas.

Técnicas de desvio de bloqueio mecânico

Embora possam parecer antiquadas em comparação com os sistemas eletrónicos, as fechaduras mecânicas ainda prevalecem em muitos hotéis, especialmente em estabelecimentos mais antigos. Aqui estão algumas maneiras pelas quais eles podem ser comprometidos:

  • Seleção de bloqueio: Com as ferramentas e habilidades certas, uma fechadura mecânica pode ser aberta. Este método requer um certo nível de conhecimento, mas é bastante eficaz.
  • Batida de tecla envolve inserir uma chave especialmente cortada na fechadura e bater nela com um martelo. A força pode fazer com que os pinos da fechadura saltem, permitindo que a chave gire.
  • Chaves Mestras: Alguns hotéis possuem chaves mestras que podem abrir várias portas. Se caírem em mãos erradas, isso pode representar um risco de segurança significativo.

Entendendo estes fechadura da porta do quarto de hotel hacks é o primeiro passo para se proteger. Como diz o ditado: “Conhecimento é poder”. Os viajantes podem tomar medidas proativas para garantir a sua segurança, estando cientes das potenciais vulnerabilidades.

Como os hackers executam hacks nas fechaduras das portas dos hotéis?

Como acontece o hack da fechadura da porta do hotel e como evitá-lo? 4

O mundo do hacking é complexo, com indivíduos evoluindo constantemente seus métodos para contornar as medidas de segurança mais recentes. Quando se trata de fechaduras de portas de hotéis, tanto eletrônicas quanto mecânicas, os hackers empregam uma combinação de ferramentas, técnicas e tecnologia para atingir seus objetivos.

Os hackers geralmente estão equipados com uma variedade de ferramentas e dominam várias técnicas para comprometer as fechaduras das portas dos hotéis:

  • Conjuntos de seleção de fechadura: São ferramentas projetadas especificamente para manipular o funcionamento interno de fechaduras mecânicas, permitindo ao hacker destrancar a porta sem a chave original.
  • Clonadores de cartão-chave: Para fechaduras eletrônicas, os dispositivos podem ler os dados de um cartão-chave do hotel e cloná-lo em um cartão em branco. Este cartão clonado pode então ser usado para obter acesso não autorizado.
  • Chaves de colisão: Uma chave de colisão é uma chave especialmente criada que pode abrir fechaduras de pino. Ao inserir a chave de impacto e aplicar uma força repentina, os pinos dentro da fechadura podem ser colocados na posição correta, permitindo que a fechadura seja aberta.
  • Escumadores RFID: Algumas fechaduras eletrônicas usam tecnologia RFID. Os hackers podem usar skimmers para interceptar os sinais de radiofrequência, capturar os dados e usá-los para destrancar portas.
  • Ferramentas de decodificação: Eles são usados ​​para decodificar ou ler a combinação de fechaduras, especialmente úteis para cadeados combinados.

Como evitar hack de fechadura de porta de hotel?

Para os proprietários de hotéis, garantir a segurança dos quartos é fundamental. Não só protege os hóspedes e os seus pertences, mas também salvaguarda a reputação do hotel. Aqui estão as etapas e precauções proprietários de hotéis podem tomar para aumentar a segurança das portas dos seus quartos de hotel:

Investindo em sistemas avançados de bloqueio

Como acontece o hack da fechadura da porta do hotel e como evitá-lo? 5

O primeiro e mais importante passo para os hotéis é garantir que tenham a melhor infraestrutura de segurança:

  • Sistemas eletrônicos atualizados: Os hotéis devem investir nas últimas novidades sistemas de fechadura eletrônica móvel com criptografia e outros recursos de segurança. Esses sistemas são mais difíceis de hackear em comparação com versões mais antigas.
  • Acesso biométrico: Alguns hotéis de luxo começaram a utilizar controlos de acesso biométricos, como impressões digitais ou reconhecimento facial. Esses sistemas oferecem um maior nível de segurança porque são exclusivos para cada hóspede.
  • Fechaduras Inteligentes: Com o advento da IoT, os bloqueios inteligentes que podem ser controlados e monitorados remotamente estão se tornando populares. Eles podem enviar alertas sobre tentativas de acesso não autorizado e ser bloqueados ou desbloqueados remotamente em emergências.
  • Autenticação multifatorial: Assim como as contas online, as portas também podem ter autenticação multifator. Uma combinação de um cartão-chave e um PIN exclusivo, por exemplo, pode adicionar uma camada extra de segurança.
  • Instale câmeras de vigilância: Coloque câmeras de segurança em corredores e outras áreas comuns para dissuadir possíveis intrusos e fornecer evidências em caso de qualquer incidente.

Manutenção e verificações regulares

Ter sistemas avançados implementados é apenas o primeiro passo. A manutenção e monitoramento regulares são igualmente cruciais:

  • Inspeções de rotina: Os hotéis devem realizar inspeções de rotina nos seus mecanismos de bloqueio para garantir que funcionam corretamente. Isso inclui a verificação de desgaste, adulteração ou outras anomalias.
  • Atualizações de software: Atualizações regulares de software são essenciais para sistemas de fechaduras eletrônicas e inteligentes de hotéis. Essas atualizações geralmente vêm com patches para vulnerabilidades conhecidas, garantindo que o sistema permaneça seguro contra novas técnicas de hacking.
  • Limitar o acesso às chaves mestras: Apenas alguns indivíduos confiáveis ​​devem ter acesso a chaves mestras ou cartões-chave mestres. Audite regularmente quem os possui e garanta qualquer cartões-chave perdidos são relatados imediatamente.
  • Monitorar logs de acesso: As fechaduras eletrônicas modernas geralmente vêm com registros de acesso que registram quando uma porta foi acessada e por qual chave. Revise regularmente esses registros em busca de qualquer atividade suspeita.
  • Treinamento de equipe: Os funcionários do hotel devem ser treinados para reconhecer e denunciar atividades suspeitas. Eles também devem ser informados sobre a importância dos protocolos de segurança e o seu papel na garantia da segurança dos hóspedes.
  • Mecanismo de retorno: Os hotéis devem ter um sistema para os hóspedes reportarem preocupações ou incidentes de segurança. Esse feedback pode ser inestimável na identificação e retificação de possíveis vulnerabilidades.
  • Protocolos de emergência: No infeliz caso de uma violação de segurança, os hotéis devem ter protocolos de emergência claros. Isto inclui informar os hóspedes afetados, tomar medidas corretivas e entrar em contato com as autoridades, se necessário.

Concluindo, os hotéis são os grandes responsáveis ​​por garantir a segurança dos hóspedes contra hacks nas fechaduras das portas. Ao investir em sistemas avançados, realizar verificações regulares e promover uma cultura de sensibilização para a segurança, os hotéis podem oferecer aos seus hóspedes uma estadia segura e sem preocupações.

Como evitar hackers na fechadura da porta do hotel para hóspedes do hotel?

Como acontece o hack da fechadura da porta do hotel e como evitá-lo? 6

Depois de escolher um hotel seguro, existem medidas adicionais que você pode tomar para garantir sua segurança. Para viajantes preocupados com o segurança das portas dos seus quartos de hotel, existem várias etapas e precauções que eles podem tomar para aumentar sua segurança:

  • Verifique a porta: Certifique-se de que a porta fecha totalmente atrás de você. Às vezes, as portas podem travar ou não fechar completamente, deixando uma vulnerabilidade potencial. Verifique se há sinais de adulteração na fechadura ou na moldura da porta.
  • Use a fechadura e a corrente de segurança: Quando estiver na sala, sempre acione a fechadura e cadeia de segurança. Eles fornecem uma camada adicional de segurança além da fechadura eletrônica.
  • Use uma fechadura portátil ou Bloqueio de viagem: são pequenos dispositivos que você pode levar consigo e instalar na porta do seu quarto de hotel para fornecer uma camada adicional de segurança. Eles podem impedir que a porta seja aberta pelo lado de fora, mesmo com chave.
  • Door Stop Alarme: São dispositivos portáteis que você pode colocar na base da porta. Se alguém tentar abrir a porta, o dispositivo impedirá que ela abra totalmente e emitirá um alarme alto. Isto é especialmente útil para salas sem fechadura ou corrente de segurança.
  • Sinal de não perturbe: Mesmo quando estiver fora, considere deixar a placa “Não perturbe” na porta. Isso pode dissuadir possíveis intrusos.
  • Evite quartos no térreo: Se possível, solicite um quarto em andar superior. Os quartos do piso térreo são mais acessíveis e podem ser mais vulneráveis ​​a invasões.
  • Mantenha uma luz acesa Ao sair da sala, mantenha a luz ou a TV ligada. Isso dá a impressão de que alguém está na sala.
  • Seja cauteloso com cartões-chave: Não deixe seu cartão-chave exposto, como na mesa de um restaurante, onde ele pode ser facilmente clonado ou roubado. Se você perder seu cartão-chave, informe o hotel imediatamente e solicite um substituto.
  • Fique alerta: Tenha cuidado com batidas ou ligações não solicitadas alegando ser de funcionários do hotel. Em caso de dúvida, ligue para a recepção para verificar.
  • Uso seguro: Se o seu quarto tiver um cofre, use-o para guardar objetos de valor, documentos importantes e eletrônicos quando você não estiver no quarto.
  • Portas e janelas deslizantes seguras: Se o seu quarto tiver varanda com porta de correr ou janelas acessíveis, certifique-se de que estejam trancadas. Como precaução adicional, você também pode usar uma haste ou barra para bloquear o trilho deslizante.

Concluindo, embora a ameaça de hackers nas fechaduras das portas dos hotéis seja real, os viajantes podem reduzir significativamente o risco se estiverem informados e vigilantes. Ao escolher o hotel certo e praticar medidas de segurança pessoal, pode-se garantir uma experiência de viagem segura e agradável.

10 topo Segurança Hoteleira Dicas que todos deveriam saber

O risco de hack na fechadura da porta do hotel está disponível

Fechaduras de hotéis modernos evoluíram significativamente nas últimas décadas. A mudança das fechaduras mecânicas tradicionais para sistemas digitais, como a identificação por radiofrequência (RFID) e tecnologias de tarja magnética, foi impulsionada pela necessidade de maior segurança, conveniência e eficiência nas operações hoteleiras.

Hackeando fechaduras de hotéis em segundos com ferramentas baratas

Essas fechaduras digitais permitem entrada sem chave, fácil reprogramação e integração com sistemas de gestão hoteleira, oferecendo uma experiência perfeita para hóspedes e funcionários. No entanto, esta transformação digital também introduz novas vulnerabilidades:

  • Sistemas RFID: Enquanto fechaduras RFID para hotéis eliminam o risco de duplicação de chaves físicas, eles são suscetíveis à clonagem e espionagem. Os hackers podem interceptar a comunicação entre o cartão de acesso e a fechadura para obter acesso não autorizado ou duplicar o sinal RFID.
  • Tecnologia de tarja magnética: Esses bloqueios são propensos a skimming e clonagem. Com um simples toque, indivíduos mal-intencionados podem copiar os dados do cartão-chave de um hóspede e criar ferramentas de acesso não autorizado.
  • Dependências de rede: Vários sistemas modernos de bloqueio de hotéis estão conectados a uma rede central para fácil gerenciamento de acesso. Se não for adequadamente protegida, esta rede pode ser uma porta de entrada para os cibercriminosos assumirem o controlo dos sistemas de bloqueio do hotel.

Vários incidentes de alto perfil destacaram as vulnerabilidades inerentes às fechaduras digitais de hotéis:

  • A revelação da F-Secure de 2012: Pesquisadores da F-Secure expuseram uma falha de segurança em um aplicativo amplamente utilizado Bloqueio RFID sistema. Eles demonstraram como um dispositivo simples disfarçado de marcador de quadro branco poderia ser usado para abrir qualquer quarto de hotel usando esse sistema de fechadura.
  • Hack de Cassino 2017: Em um incidente infame, hackers exploraram uma vulnerabilidade no termômetro inteligente de um cassino para acessar a rede do hotel e roubar o banco de dados de grandes apostadores.
  • A Bloqueio Onity Controvérsia: Milhões de quartos de hotel estavam em risco quando um pesquisador de segurança demonstrou como as fechaduras da série HT da Onity poderiam ser hackeadas com ferramentas prontamente disponíveis, levando a uma preocupação generalizada sobre a segurança das fechaduras de portas de hotéis.

Estes incidentes sublinham que as fechaduras digitais oferecem vantagens significativas e exigem medidas de segurança rigorosas para evitar a exploração. Compreender estes riscos é o primeiro passo para os hoteleiros fortalecerem as suas defesas contra potenciais ameaças digitais.

Conclusão

Na era digital, onde a tecnologia se entrelaça com a nossa vida quotidiana, as preocupações com a segurança em aspectos aparentemente simples, como as fechaduras das portas dos hotéis, aumentaram. Embora os hackers desenvolvam novos métodos para violar estes sistemas de segurança, a sensibilização e as medidas proativas continuam a ser a nossa melhor defesa.

Os viajantes, munidos de conhecimento, podem tomar medidas para garantir a sua segurança. Simultaneamente, os hotéis têm a responsabilidade significativa de proporcionar um ambiente seguro, que vai além de apenas oferecer uma estadia confortável.

Ao compreender os riscos, manter-se atualizado com as mais recentes medidas de segurança e promover uma cultura de vigilância, os viajantes e os hoteleiros podem garantir que a santidade de um quarto de hotel permanece intacta.

Compartilhe este artigo:

Sobre o autor

  • Vicente Zhu

    Vincent Zhu tem 10 anos de experiência em sistemas de fechaduras inteligentes e é especializado em oferecer sistemas de fechaduras para portas de hotéis e soluções de sistemas de fechaduras para portas domésticas desde o projeto, configuração, instalação e solução de problemas. Se você deseja instalar uma fechadura RFID sem chave para o seu hotel, uma fechadura com teclado sem chave para a porta de sua casa ou tiver outras dúvidas e solicitações de solução de problemas sobre fechaduras inteligentes, não hesite em entrar em contato comigo a qualquer momento.

Outros artigos recomendados