A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado?

Explore a mudança dos check-ins tradicionais em hotéis para quiosques de autoatendimento e seu impacto na experiência e nas operações dos hóspedes.

Atualizado pela última vez em 26 de maio de 2024 por Vicente Zhu

A indústria hoteleira há muito que valoriza a tradição da recepção, um símbolo de recepção e serviço aos hóspedes. No entanto, com o advento da tecnologia e a mudança nas preferências dos hóspedes, os quiosques de self check-in estão a tornar-se cada vez mais predominantes nos hotéis, tornando potencialmente a recepção obsoleta. Esses quiosques oferecem conveniência e eficiência que agradam aos viajantes modernos, ao mesmo tempo que proporcionam benefícios operacionais aos hotéis.

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 5

Este artigo explora a transformação dos serviços tradicionais de recepção em sistemas de check-in de autoatendimento, examinando seu impacto na experiência do hóspede, nas operações do hotel, na segurança e no futuro da design hotel e pessoal.

A evolução do check-in de hóspedes: da recepção ao autoatendimento

Significado histórico da recepção do hotel

recepção do hotel tem sido a pedra angular da experiência de hospitalidade, simbolizando o coração das operações hoteleiras e das interações com os hóspedes. Tradicionalmente, tem sido o primeiro ponto de contacto dos hóspedes, personificando a essência da hospitalidade com um toque pessoal. O papel da recepção ia além do mero check-in; era um centro de atendimento aos hóspedes, gerenciando tudo, desde atribuições de quartos até atendimento de solicitações especiais.

No entanto, a evolução das preferências dos hóspedes e os avanços tecnológicos estão a desafiar esta tradição milenar. Os hóspedes agora procuram imediatismo e comodidade, muitas vezes preferindo evitar os potenciais atrasos e formalidades de um processo de check-in tradicional. A recepção, embora ainda tenha um valor sentimental para muitos, é cada vez mais vista como uma parada opcional e não obrigatória na chegada.

A mudança em direção ao autoatendimento durante a pandemia

A pandemia da COVID-19 agiu como um catalisador para a adoção de tecnologias de autoatendimento em hotéis. Hotéis investiram muito em tecnologia de autoatendimento durante o pico da pandemia para minimizar interações próximas entre funcionários e hóspedes. Esta mudança não foi apenas uma medida temporária; refletiu uma mudança no comportamento e nas expectativas do consumidor.

Os hóspedes adaptaram-se rapidamente à nova norma de serviços sem contato, apreciando a privacidade e a conveniência adicionais dos quiosques de autoatendimento. Outrora um recurso inovador, o quiosque interativo tornou-se um elemento básico na indústria hoteleira devido ao seu serviço consistente, rápido e confiável. A demanda por essa tecnologia só tem crescido, mesmo com a vida cotidiana voltando à normalidade.

  • Conveniência: Os hóspedes desfrutam da facilidade de uso e eficiência.
  • Privacidade: as opções de autoatendimento oferecem um nível adicional de discrição.
  • Demanda: A preferência por serviços de quiosque continua pós-pandemia.

Avanços Tecnológicos e Integração com Sistemas de Gestão Imobiliária

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 6

A integração de quiosques de self check-in com sistemas de gestão de propriedades (PMS) revolucionou as operações hoteleiras. Esta tecnologia poderosa permite que os hotéis compilem, processem e analisem grandes quantidades de dados, garantindo que as preferências dos hóspedes e a eficiência operacional estejam na vanguarda da experiência de hospitalidade.

A integração perfeita do sistema é crucial; por exemplo, quando um quarto é marcado como pronto no PMS, os hóspedes podem reservá-lo imediatamente no quiosque, refletindo a disponibilidade do quarto em tempo real.

Os principais benefícios do PMS e da integração do self check-in incluem:

  • Respostas imediatas às necessidades dos hóspedes
  • Automação de tarefas rotineiras, como check-in em massa e agendamentos de limpeza
  • Ferramentas avançadas de gerenciamento de receita para aumentar a lucratividade
  • Oportunidades de upsell e interações personalizadas com os hóspedes

Os hotéis que não conseguem aproveitar essas integrações correm o risco de tempos de espera mais longos para os hóspedes e podem não causar a melhor primeira impressão. Uma solução PMS completa que seja fácil de usar e projetada para tipos de propriedades específicos pode ser particularmente atraente, pois geralmente inclui recursos adicionais para upsell e vendas cruzadas diretamente no quiosque de check-in.

Melhorando a experiência dos hóspedes com quiosques de self check-in

Reduzindo os tempos de espera e agilizando o processo de check-in

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 7

A introdução de quiosques de check-in em hotéis para venda revolucionou a forma como os hóspedes chegam e se acomodam em suas acomodações. Estes quiosques reduzem significativamente os tempos de espera, permitindo que os viajantes evitem as interações tradicionais na recepção e comecem sua experiência no hotel com eficiência e facilidade.

Para aqueles que estão se perguntando como usar o quiosque de self check-in, o processo é simples:

  • Passo 1: Identifique-se através de um número de confirmação ou informações pessoais.
  • Passo 2: Verifique os detalhes da sua reserva.
  • Etapa 3: Faça todos os pagamentos ou depósitos necessários.
  • Passo 4: Receba a chave do seu quarto e as instruções.

Com a implantação de quiosques de self check-in, os hotéis observam uma mudança notável na forma como os funcionários da recepção gastam o seu tempo. Os funcionários podem agora redireccionar o seu foco para serviços mais personalizados aos hóspedes e outras tarefas operacionais críticas, transformando a função de recepção num centro para o envolvimento dos hóspedes, em vez de um estrangulamento para check-ins.

Atendendo ao desejo de flexibilidade do viajante moderno

Numa era em que a conveniência reina suprema, o sistema hoteleiro de self check-in tornou-se uma característica fundamental para os viajantes modernos. Escolher os seus próprios horários de check-in e check-out não é apenas um luxo; é necessário para quem valoriza a espontaneidade e o controle dos planos de viagem. Esta flexibilidade atrai particularmente os viajantes mais jovens e os que viajam sozinhos, que muitas vezes fazem reservas de última hora e preferem a liberdade de chegar e partir nos seus termos.

Ao implementar um sistema hoteleiro de check-in automático, os hotéis podem aproveitar o potencial de receitas adicionais, oferecendo pacotes de horários flexíveis. Isto melhora a experiência do hóspede e proporciona uma vantagem competitiva numa indústria onde serviços personalizados são cada vez mais procurados.

Atendimento Personalizado Sem Fila

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 8

O advento de hotel com quiosque de check-in self-service revolucionou a forma como os hóspedes interagem com os serviços do hotel. Ao fornecer um processo de check-in contínuo e eficiente, esses quiosques oferecem um nível de personalização que antes era inatingível quando se dependia apenas de interações tradicionais na recepção.

O preço do quiosque de auto check-in é muitas vezes justificado pelo experiência aprimorada do hóspede e os valiosos dados coletados. Esses dados permitem que os hotéis adaptem os serviços às preferências individuais, garantindo uma estadia mais personalizada.

Compreender o que são os quiosques de autoverificação e as suas capacidades é crucial para os hotéis que pretendem melhorar a satisfação dos hóspedes. Aqui estão alguns benefícios principais:

  • Os hóspedes podem fazer o check-in quando quiserem, reduzindo o estresse dos horários de chegada.
  • As preferências de tipo de quarto, nível do andar e outras comodidades podem ser definidas com antecedência.
  • Oportunidades de upsell e ofertas personalizadas podem ser apresentadas durante o processo de check-in.

Ao aproveitar os dados recolhidos nos quiosques de self check-in, os hotéis podem satisfazer e superar as expectativas dos hóspedes, proporcionando uma experiência memorável que incentiva visitas repetidas.

Eficiência operacional e economia de custos para hotéis

Redução de custos trabalhistas e realocação de recursos de pessoal

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 9

A introdução de quiosques de auto-check-in em hotéis levou a um notável redução nos custos trabalhistas. Ao automatizar o processo de check-in, os hotéis podem operar com menos funcionários na recepção, especialmente fora dos horários de pico. Esta mudança permite a realocação de recursos de pessoal para áreas que podem beneficiar de um toque mais personalizado, como serviços de concierge ou apoio ao cliente.

  • A simplificação das operações de check-in reduz a necessidade de grandes equipes de recepção.
  • Os funcionários podem ser redirecionados para funções que melhorem a experiência do hóspede e a qualidade do serviço.
  • O treinamento pode se concentrar em habilidades especializadas que contribuem para a satisfação do hóspede.

O uso estratégico de tecnologias de autoatendimento também pode melhorar a prestação de serviços. Ao libertar os colaboradores das tarefas rotineiras, podem concentrar-se em prestar um serviço mais personalizado e atencioso aos hóspedes. Esta simbiose entre tecnologia e interação humana é fundamental para manter a elevada satisfação dos hóspedes e, ao mesmo tempo, gerir eficazmente os custos.

Operações de back-end aprimoradas e gerenciamento de atendimento ao hóspede

A integração de quiosques de self check-in revolucionou a experiência dos hóspedes e as operações de back-end dos hotéis. Esses ecossistemas agilizar tarefas operacionais e refinar a eficiência da equipe, automatizando tarefas rotineiras e oferecendo aos hóspedes uma opção digital para atender suas solicitações instantaneamente. Isso leva a experiências mais agradáveis ​​para funcionários e hóspedes.

Por exemplo, as tecnologias agora lidam com tarefas complexas, como atribuições inteligentes de quartos, preenchimento de lacunas no mapa de quartos, monitoramento das preferências dos hóspedes e maximização das tarefas de limpeza. Essa otimização das operações permite respostas imediatas às necessidades dos hóspedes e agiliza tarefas rotineiras, como check-in em massa, agendamento de relatórios e agendamentos de limpeza.

Além disso, as plataformas móveis para sistemas de gestão de propriedades (PMS) equipam os hoteleiros com ferramentas avançadas de gestão de receitas e funcionalidades de comunicação, tais como atualizações instantâneas dos quartos e mensagens móveis para os hóspedes, facilitando a coordenação do pessoal e melhorando a gestão dos serviços.

O impacto nas receitas auxiliares e na estética da propriedade

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 10

A introdução de quiosques de self check-in simplificou as operações do hotel e abriu novos caminhos para aumentando a receita auxiliar. Com os hóspedes mais relaxados durante o processo de autoatendimento, os hotéis têm uma oportunidade única de apresentar upsells e ofertas adicionais, o que pode levar a um RevPAR (Receita por Quarto Disponível) mais elevado.

Ferramentas automatizadas de upsell e recursos móveis agora permitem experiências personalizadas aos hóspedes, gerando receitas incrementais. Isto não só aumenta a satisfação dos hóspedes, mas também proporciona aos hotéis recursos adicionais para investir na formação e desenvolvimento dos funcionários.

O apelo estético das propriedades também pode se beneficiar da redução da desordem e dos requisitos de espaço das recepções tradicionais. Isso permite um ambiente mais moderno e convidativo design do lobby, aumentando potencialmente as reservas diretas com a promessa de uma experiência de check-in perfeita.

  • Oportunidades de upsell e receita: os hóspedes são mais receptivos a ofertas adicionais durante o check-in automático.
  • Reservas diretas: ofertas atraentes como “Check-in gratuito 24 horas” podem incentivar os hóspedes a reservar diretamente.
  • Estética imobiliária: Um design moderno de lobby pode atrair mais hóspedes e melhorar sua experiência geral.

O futuro das recepções de hotéis na era do autoatendimento

O papel do check-in tradicional na hospitalidade moderna

Apesar do aumento das tecnologias de autoatendimento, o processo tradicional de check-in em hotéis mantém o seu lugar na hospitalidade moderna. A recepção continua a simbolizar uma recepção pessoal que muitos hóspedes apreciam, especialmente em ambientes luxuosos e boutique onde o serviço personalizado é fundamental.

Embora os quiosques de self check-in proporcionem eficiência e autonomia, ainda não conseguem reproduzir o calor de uma saudação humana ou o tratamento matizado de pedidos especiais. Aqui está uma breve comparação dos métodos de check-in tradicionais e de autoatendimento:

  • Check-In Tradicional: Interação pessoal, tratamento de circunstâncias únicas e um toque humano no serviço.
  • Check-in de autoatendimento: Rapidez, comodidade e controle no processo de check-in.

Inovações em tecnologia de autoatendimento e interação com hóspedes

A ascensão dos quiosques de self check-in nos hotéis: a recepção é coisa do passado? 11

O setor hoteleiro está adotando uma transformação digital isso está remodelando as interações dos hóspedes. Tecnologias de autoatendimento, como check-in móvel, entrada sem chave e concierges digitais estão na vanguarda dessa mudança. Essas inovações visam acompanhar as tendências, elevar a eficiência operacional e aprimorar a experiência do hóspede.

  • Os sistemas móveis de check-in e check-out permitem que os hóspedes contornem os procedimentos tradicionais da recepção.
  • Os controles inteligentes da sala proporcionam um ambiente personalizado com o toque de um botão.
  • As ferramentas de atendimento ao cliente baseadas em IA oferecem assistência instantânea e insights baseados em dados.

À medida que a indústria evolui, os hotéis descobrem que os hóspedes muitas vezes preferem o privacidade e conveniência de opções de autoatendimento. A procura por quiosques interactivos e serviços de quarto tem crescido, indicando uma mudança nas preferências dos clientes em relação à automação. Esta mudança não está apenas a tornar a experiência do hóspede mais agradável, mas também a melhorar a eficiência das operações do hotel.

Prevendo os efeitos de longo prazo no design e no pessoal do hotel

À medida que a tecnologia de autoatendimento se torna mais prevalente, as implicações a longo prazo para o design e o pessoal do hotel são significativas. Os hotéis poderão observar uma mudança para mais espaços comuns e menos ênfase nas tradicionais áreas de recepção. Isto poderia levar a uma reformulação dos lobbies dos hotéis para acomodar novas tecnologias e comportamentos dos hóspedes, com os espaços a tornarem-se mais versáteis e adaptáveis ​​a diferentes necessidades.

  • **Projeto de hotel: **
    • Espaços mais abertos e flexíveis
    • Pontos de contato de tecnologia integrados
    • Ocupação reduzida da recepção
  • **Pessoal: **
    • Ênfase nas funções de experiência do hóspede
    • Treinamento para funcionários com experiência em tecnologia
    • Realocação de recursos para serviços de valor agregado

O potencial de poupança de custos e de melhoria da eficiência operacional poderia permitir aos hotéis investir mais no seu pessoal, proporcionando melhores salários e oportunidades de formação. Este investimento no capital humano é crucial para oferecer o serviço personalizado que os hóspedes ainda valorizam.

Conclusão

Com o advento dos quiosques self-service, os processos de check-in nos hotéis evoluíram significativamente, representando uma mudança significativa na indústria hoteleira. Embora a recepção tradicional tenha sido uma marca registrada da experiência do hóspede, a demanda por eficiência, conveniência e serviço personalizado levou à sua gradual obsolescência.

A integração tecnológica, especialmente durante a pandemia da COVID-19, acelerou esta tendência, revelando uma preferência entre os hóspedes por interações rápidas e sem contacto. As principais marcas hoteleiras estão a abraçar esta mudança, reconhecendo a poupança de custos, os benefícios operacionais e a maior satisfação dos hóspedes.

Embora a recepção possa não desaparecer completamente, o seu papel inegavelmente transforma-se, abrindo caminho para uma abordagem mais simplificada e flexível aos serviços aos hóspedes. À medida que a indústria continua a inovar, a imagem de um lobby de hotel sem filas e com check-ins contínuos está a tornar-se o novo padrão, garantindo que as primeiras impressões dos hóspedes sejam positivas e sem stress.

Compartilhe este artigo:

Sobre o autor

  • Vicente Zhu

    Vincent Zhu tem 10 anos de experiência em sistemas de fechaduras inteligentes e é especializado em oferecer sistemas de fechaduras para portas de hotéis e soluções de sistemas de fechaduras para portas domésticas desde o projeto, configuração, instalação e solução de problemas. Se você deseja instalar uma fechadura RFID sem chave para o seu hotel, uma fechadura com teclado sem chave para a porta de sua casa ou tiver outras dúvidas e solicitações de solução de problemas sobre fechaduras inteligentes, não hesite em entrar em contato comigo a qualquer momento.

Recomendado