Um Raspberry PI pode funcionar como um gateway TTLocks e um repetidor Bluetooth para bloqueios TTLocks distantes?

Olá, equipe ShineACS; Eu tenho TTLocks.

Não desejo adquirir e integrar vários gateways TTLocks no edifício, mas quero usar a rede Raspberry PI existente.

Um Raspberry PI pode funcionar como um gateway TTLocks e um repetidor Bluetooth para bloqueios TTLocks distantes?

Você conhece tal solução?

Um Raspberry PI pode funcionar como um gateway TTLocks e um repetidor Bluetooth para bloqueios TTLocks distantes? 1

Melhor respondida por

Um Raspberry Pi pode ser usado como gateway e repetidor Bluetooth para TTLocks se você tiver conhecimento técnico ou software para configurá-lo. Um Raspberry Pi é bastante versátil e, com os periféricos certos (por exemplo, um módulo Bluetooth) e software, pode servir como uma ponte entre dispositivos Bluetooth como TTLocks e uma rede.

Aqui está uma abordagem geral que você pode adotar:

  1. Hardware Bluetooth: Certifique-se de que seu Raspberry Pi tenha um módulo Bluetooth compatível. Os modelos Raspberry Pi mais recentes (como Raspberry Pi 3, 4 e Zero W) vêm com Bluetooth integrado. Caso contrário, você pode comprar um dongle USB Bluetooth.
  2. Software Bluetooth: Você precisaria de um software para ouvir e interagir com os TTLocks. O bluez pacote é a pilha Bluetooth padrão para Linux, incluindo Raspberry Pi OS. Isso permite que você use comandos como hcitool e gatttool para interagir com dispositivos Bluetooth.
  3. API TTLocks : Se TTLock fornece uma API ou SDK para seus bloqueios (muitas empresas de bloqueios inteligentes o fazem), você precisará integrá-lo ao seu sistema Raspberry Pi. Isso permitirá que o Raspberry Pi traduza comandos de rede em comandos Bluetooth que o TTLock entende e vice-versa.
  4. Função repetidora: para ampliar o alcance, você pode precisar de mais de um Raspberry Pi estrategicamente posicionado para capturar e retransmitir sinais Bluetooth. Você usaria um Raspberry Pi como gateway e outros como repetidores. Os repetidores capturariam sinais Bluetooth e os encaminhariam para o gateway principal, Raspberry Pi, que então se comunicaria com a rede.
  5. Conectividade de rede: certifique-se de que seu Raspberry Pi esteja conectado à sua rede. Isso pode ser via Ethernet ou Wi-Fi. Esta conexão permitirá que comandos remotos da rede sejam retransmitidos para as fechaduras.
  6. Software: você pode precisar de um software personalizado para unir tudo. Este software iria:
    • Ouça os comandos da rede.
    • Traduza esses comandos em sinais Bluetooth para o TTLock.
    • Capture a resposta do TTLock.
    • Retransmita a resposta do TTLock pela rede.
  7. Segurança: Certifique-se de implementar medidas de segurança apropriadas. Os bloqueios inteligentes são uma vulnerabilidade de segurança potencial se não forem devidamente protegidos. Garanta comunicação criptografada, autenticação forte e atualizações regulares de software.

Agora, essa abordagem é bastante de alto nível. Os detalhes exigiriam profundo conhecimento técnico, codificação e potencialmente depuração de comunicações e redes Bluetooth.

Não tenho conhecimento de uma solução pronta para uso específica para TTLocks e Raspberry Pi. No entanto, isso pode ter mudado nesse meio tempo, por isso vale a pena verificar os fóruns, GitHub e outras plataformas onde a comunidade pode compartilhar tais soluções.